Rede Global da Diáspora
Wednesday, April 1, 2020.

A “Rede Global da Diáspora” tem como principal missão promover a marca Portugal internacionalmente e ajudar as PME nacionais a aumentar as suas exportações, estimulando a colaboração das comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo.

Alimentação sem Glúten 100%

A Rede Global da Diáspora é um projeto co-financiado pelo FEDER – Fundo de Desenvolvimento Regional, através do Portugal 2020, no âmbito do SIAC Internacionalização, Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (Compete 2020).

O Projeto é liderado pela Fundação AEP e tem como parceiros a Agência de Notícias Lusa, o GAID (Gabinete de Apoio ao Investidor da Diáspora), o AICEP, o InovContato e a Associação de Câmaras de Comércio. A Monstros & Company, uma empresa do Grupo CH (www.grupoch.pt) é o promotor do projeto.

Efetivamente, a Fundação AEP tem vindo a desenvolver, nos últimos anos, um trabalho profundo sobre o fenómeno da emigração, em particular dos jovens qualificados, à luz de uma estratégia construtiva no sentido de transformar esta realidade numa oportunidade para as empresas nacionais. Neste âmbito desenvolveu a iniciativa intitulada “Empreender 2020 – Regresso de uma geração preparada”, através do qual foi delineado um conjunto de orientações futuras, algumas delas no sentido de aproximar a diáspora portuguesa com as PME.

Saídas semanais para Portugal

Esta estratégia evoluiu para a criação de uma plataforma de conhecimento, que será uma rede social colaborativa com a Diáspora Portuguesa, que garanta a construção de pontes de aproximação aos respectivos mercados capazes de incrementar a visibilidade e a notoriedade da oferta nacional em mercados mais alargados, alavancando as exportações portuguesas.

A “Rede Global da Diáspora” é, assim, uma plataforma online de prospeção permanente nos diversos mercados, em expansão constante, de onde será possível retirar informação relevante ao nível da caracterização da diáspora.

Numa primeira fase, será dinamizada num conjunto de mercados prioritários, em que uma das alavancas será o poder das redes sociais como elemento disseminador de informação e agregação de motivações e interesses comuns, no intuito de aproximar as PME portuguesas aos membros desta comunidade alargada (portugueses e lusodescendentes), influente e espalhada por todo o mundo, e que continua muito ligada ao país por laços afetivos e emocionais.

Afro Português Restaurante em Barking

Neste momento o projecto está na fase de desenvolvimento/programação da plataforma que será colocada online em Março de 2020. Até lá pretende-se alcançar o maior número de portugueses possível para que esta Rede Social entre logo a funcionar em pleno.

A organização convida todos a inscreverem-se em http://bit.ly/302YpMO e a fazer parte desta nova história que está a ser criada.

Palop News/Londres

2 fevereiro 2020

NOTICIAS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *