A sua saúde mental deve ser preservada durante a crise
Saturday, March 28, 2020.

A recente propagação do Covid-19 levou o Governo do Reino Unido a recomendar que se trabalhe a partir de casa e que se evitem saídas ou visitas a restaurantes e bares.

Afro Português Restaurante em Barking

Espanha e Itália já têm as suas populações confinadas e usam drones para punir quem desobedece às instruções dadas pelas autoridades.

Este isolamento é apontado como uma solução para conter o vírus mas é também referenciado como prejudicial para a saúde mental.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgou um guia para acautelar a saúde mental das pessoas que estejam em quarentena. “Este momento de crise está a gerar stress na população” – Refere o comunicado replicado pelo jornal britânico “The Independent”.

Saídas semanais para Portugal

Importa então perceber o que pode acontecer e como contornar as dificuldades que se podem revelar. A questão passa por sabermos o que pode acontecer e quais as razões para ao mesmo tempo se encontrarem soluções para proteger o bem estar emocional e a saúde mental durante um período de isolamento prolongado recheado de solidão.

ARRANJE TEMPO PARA MOTIVAÇÃO PESSOAL

Segundo o The Independent, a dra Lucy Atcheson refere a importância de encontrar estímulos que perdemos devido ao isolamento. “Normalmente durante o dia temos momentos que nos elevam emocionalmente mesmo que sejam pequenas coisas que fazemos inconscientemente mas que nos apimentam o dia. Ir ao café preferido e cumprimentar outras pessoas são estímulos que funcionam no nosso emocional mesmo que não entendamos isso no momento”.

Fábrica de Padaria Pastelaria Doçaria

Quando você está sozinho isso não acontece e o efeito cumulativo disso é maciço especialmente no registo das duas semanas. Então precisamos encontrar soluções para manter os nossos níveis emocionais substituindo as rotinas anteriores. “Algo que gere uma sensação de conquista que pode ser aprender algum novo exercício, aprender palavras de outra língua, conversar pelas redes sociais ou participar em grupos online”

MANTENHA UMA DIETA SAUDÁVEL

É provável que muitas pessoas fiquem no sofá sem se mexer comendo refeições desequilibradas como forma de diversão.

Emma Carrington  gerente de aconselhamento e informação da Mental Health UK, diz: “Faça o seu melhor para comer bem. Se você não tem pessoas que podem lhe trazer comida, veja se você pode se inscrever para entregas em domicílio no supermercado local.

“Veja se existem grupos de apoio à comunidade na sua área local que possam dar suporte às compras”.

ENVOLVA-SE COM A NATUREZA

Sinta-se menos ansioso com o coronavírus.

Stephen Buckley, chefe de informações da Mind, aconselha que você deve tentar expor-se ao mundo exterior e fazer exercício o máximo possível dentro dos limites. “Nossa saúde física e mental estão ligadas, então tente criar uma rotina que inclua algum exercício físico”, diz ele.

“Embora você não possa passar tempo com outras pessoas, aproveite ao máximo qualquer espaço externo privado que você possui – como um jardim ou varanda – se você tiver um, pois estar na natureza também pode ajudar nosso bem-estar”.

Como alternativa, Buckley também recomenda que tente olhar pela janela para observar os pássaros ou cuidar das plantas domésticas para manter sua mente estimulada e envolvida com a natureza. Se puder, abra também a janela e deixe entrar ar fresco no seu quarto.

MANTENHA O SEU SENSO DE ROTINA

Você passou o dia todo de pijama ou lembrando às 15h que não escovou os dentes porque sabia que não veria ninguém? Embora a curto prazo possa parecer bom ser preguiçoso, a longo prazo isso não será bom para o seu bem-estar mental.

Alimentação sem Glúten 100%

Carrington diz: “Na medida do possível, tente manter o máximo de rotina possível. Acorde e vá para a cama em horários saudáveis para garantir que você durma o suficiente. ”

Embora você queira manter uma rotina, a Dra. Lucy Atcheson adverte que não caia em um ciclo de sono, trabalho, alimentação e repetição: “Encontre algum tempo para ainda ter valor para o seu dia, a vida não pode ser apenas comer e dormir. Faça algo divertido para si mesmo (que não seja apenas o Netflix).

“Estou vendo muitas pessoas que se auto-isolam perdendo seu optimismo para o futuro, estão usando o tempo para se auto-reflectir e separando tudo o que há de errado na vida: trabalho, relacionamento, amizade. Quando somos sobrecarregados por uma vida mundana, ela pode atrair rapidamente a alegria, portanto, tire sarro de si mesmo.”

Não fique sentado na frente da televisão – varie as suas actividades

Ficar sentado em frente a uma tela o dia todo – seja para trabalho ou lazer – não é a melhor maneira de passar longos períodos de tempo. Especialmente porque a luz azul de dispositivos, como smartphones, pode prejudicar o sono e o bem-estar geral.

A “Anxiety do Reino Unido” – uma instituição de caridade que ajuda pessoas que sofrem de ansiedade, produziu uma lista de actividades de auto-isolamento para diversificar o que você faz em casa nas próximas semanas.

Sugere baixar podcasts, criar algum artesanato, fazer artes e ofícios, tricotar, tentar meditar, assar novos alimentos, aprender um novo hobby como origami, fazer amigos, ligar para o FaceTime, cozinhar, escrever, ler um livro, fazer bricolage ou jardinagem.

MANTENHA-SE CONECTADO COM PESSOAS

Só porque você está auto-isolado não significa que você precise se cortar completamente, diz Anxiety UK. “Se você sentir que está começando a lutar, reserve um tempo para ligar para um amigo ou membro da família. Fale sobre como você se está a sentir. Se você não tem ninguém com quem falar, ligue para as linhas de apoio emocional, como os samaritanos e a SANEline. “

A OMS também recomenda manter sua rede social durante o auto-isolamento: “Mesmo quando isolado, tente o máximo possível manter suas rotinas diárias pessoais ou criar novas rotinas. Se as autoridades de saúde recomendaram limitar seu contacto social físico para conter o surto, você pode permanecer conectado por e-mail, media social, videoconferência e telefone. ”

West Norwood – Londres

LIMITE ASSISTÊNCIA A NOTÍCIAS

Se você acha que a cobertura constante 24 horas por dia, 7 dias por semana, do coronavírus está afectando sua saúde mental, principalmente nas medias sociais, você pode optar por não participar. A Organização Mundial da Saúde diz: “Um fluxo quase constante de notícias sobre um surto pode fazer com que alguém se sinta ansioso ou angustiado.

“Procure actualizações de informações e orientações práticas em horários específicos durante o dia junto aos profissionais de saúde e no site da OMS e evite ouvir ou seguir rumores que o deixem desconfortável.”

NÃO SE DEIXE LEVAR POR UMA EXPIRAL NEGATIVA

A dra. Lucy Atcheson diz que uma das coisas mais perigosas para sua saúde mental é ter muito tempo para pensar criticamente sobre sua vida. Ela explica: “Ao se auto-isolar, você tem muito tempo para pensar e é muito comum sentir uma grande insatisfação na vida como resultado. Você pode iniciar o processo sentindo-se calmo e não germafóbico, mas gradualmente começa a se transformar nisso. Você entra em um fluxo constante de criticar sua vida e a si mesmo, e realmente precisa evitar essas espirais cognitivas negativas. ”

Serviços de tradução

Um porta-voz da Mental Health Foundation, uma instituição de caridade do Reino Unido que apoia pessoas com problemas de saúde mental, diz: “Isso ajudará a tentar vê-lo como um período de tempo diferente em sua vida, e não necessariamente ruim, mesmo que você não tenha escolha. Significará um ritmo de vida diferente, uma chance de entrar em contacto com os outros de maneiras diferentes do habitual.”

Mantenha que esta crise é passageira e que a vida vai voltar ao normal.

Fonte: The Independent

PN/Londres

NOTICIAS RELACIONADAS

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *