Berta Nunes substitui José Luís Carneiro na Secretaria de Estado das Comunidades no novo Governo
Wednesday, November 13, 2019.

Quando Passos Coelho ganhou as passadas eleições legislativas que foram dadas como perdidas graças à Geringonça, o Governo de António Costa nomeou para a Secretaria de Estado das Comunidades um experiente político mas absolutamente desconhecedor das realidades da emigração portuguesa pelo Mundo.

Recolha de todo o tipo de lixos

Já no Governo de Passos Coelho, o Secretário de Estado foi José Cesário que repetiu o cargo sendo deputado pelo Círculo da Europa um antigo Secretário de Estado Carlos Gonçalves.

Neste ciclo e desde o tempo de António Braga para não recuarmos mais que uma década, os diversos secretários de Estado têm sido pessoas experientes e conhecedoras do fenómeno da emigração com excepção de José Luís Carneiro que fechado o primeiro mandato, terá ganho alguma experiência e publicou um livro sobre a sua experiência. Para a sua nomeação como Secretário de Estado, terá alegadamente contribuído o seu desempenho na Distrital do Porto do Partido Socialista, razão pela qual lhe foi encontrado o posto em Lisboa pela porta do Palácio das Necessidades.

José Luís Carneiro tinha anteriormente sido Presidente da Câmara de Baião no norte de Portugal.

Alimentação sem Glúten 100%

Com o virar das últimas eleições, o Governo de António Costa repete a habilidade nomeia para Secretária de Estado das Comunidades Berta Nunes, ex-Presidente da Câmara de Alfandega da Fé mas sem qualquer registo de experiência nas questões da emigração.

Esta rotina de nomear para a Secretaria de Estado militantes do Partido Socialista sem qualquer experiência na área da emigração, é amostra do respeito, ou falta dele que os últimos governos socialistas têm pelos portugueses espalhados pelo Mundo.

Berta Nunes, até poderia ser entendida como Secretária de Estado no Ministério da Saúde dada a sua profissão de médica. Quando titular da pasta da Emigração, os emigrantes portugueses podem olhar com desconfiança até pela razão de haver a considerar que o Partido Socialista tem outras soluções.

West Norwood – Londres

Se pudermos considerar que para a Secretaria de Estado das Comunidades deveria ser nomeada uma referência com experiência, o Partido Socialista teria nomes da Europa como Paulo Pisco ou Luísa Semedo e outros nomes dos círculos de fora da Europa.

Os partidos políticos em Portugal continuam a olhar para os emigrantes como fonte de votos e remessas mas não como pessoas válidas e experientes para serem nomeadas para os cargos nos quais são verdadeiros especialistas por falarem na primeira pessoa.

Manuel Gomes

PN/Londres

NOTICIAS RELACIONADAS

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *