A Matilde também merece
Wednesday, November 14, 2018.

Peço desculpa por fazer esta crónica em português, mas eu sou um português orgulhoso.
Foi mais ou menos assim que José Mourinho começou o seu discurso arrepiante para quem fala português em todo o Mundo. Para nós, José Mourinho não tem legendas e somos capazes de entender o melhor treinador do Mundo até com os olhos fechados.
Para quem está imigrado, foi o dia seguinte, pela manhã, ao chegar ao emprego e conseguir sorrir para toda a gente a partir do topo do Mundo.
Mas o assunto principal da crónica de hoje é a Matilde.
Para quem não conhece, a Matilde é a força que não se vê. É o sustento da estabilidade, é a mão que está por detrás, que nunca aparece e que está sempre presente. A Matilde, é a horoína que ri e que chora em segredo, que está sempre que é preciso sem que nunca ninguém a chame. A Matilde, é o esteio que segura a onda de fraqueza quando ela aparece, que se marca e demarca em função das circunstâncias. Que protege e alimenta, que dá conforto e certamente sexo a quem tem a pressão do mundo nos ombros.
A Matilde, é a sombra esquecida de quem ninguém fala e que vive ao lado e por cima do topo do Mundo. Ninguém a vê mas o sol que ela alimenta talvez não fosse tão brilhante se não fosse o calor da Matilde que ninguém se lembra de homenagear. Por esse facto, a parte mais importante do Verticonte de hoje, é a Matilde porque não existe o melhor homem do Mundo se não existir junto dele uma alma na mesma dimensão.
Para quem não sabe, Matilde á mulher de José Mourinho e por isso hoje, vão daqui os parabéns à Matilde Mourinho.

NOTICIAS RELACIONADAS

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *