Palop News, Noticias em Portugues no Reino Unido

  • Aumentar fonte
  • Tamanho normal
  • Diminuir fonte
Home Cronistas Manuel Gomes Isaac "Teimoso" Bígio

Isaac "Teimoso" Bígio

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
O peruano Isaac Bígio, continua a irritar membros da Comuniddade luso-falante em Londres e eu também estou irritado.
Afinal, pergunto eu, quem deu a esse bandido instruções ou legitimidade para incluir a Língua Portuguesa na rede de transportes de Londres? Permanece um mistério.
Sou mesmo da opinião que se deveriam juntar meia duzia de luso falantes em Londres, raptar o peruano e esconde-lo numa cave até que, sob tortura, lhe possamos arrancar a verdade sobre quem lhe encomendou este trabalho. Alguém há-de ter sido, que raio.
Afinal  nós, os falantes de português estávamos muito bem escondidos e ninguém dava por nós na rede de Metro de Londres e logo tinha que aparecer um peruano a destapar o nosso esconderijo e a deixar-nos, a nós, luso-falantes, à vista de toda a gente. Sacana.
Não se pode admitir que os falantes de português que vêm a Londres, tenham as instruções em português nas máquinas da TFL (Transport for London). A partir de agora, deixamos de poder mostrar a nossa disponibilidade para ajudar um turista falante de português quando damos com ele "às aranhas" numa máquina de compra de "ticktets". Não se admite.
A nossa diversão de ver os falantes de português chegar a Londres e andarem perdidos por não falarem inglês, termina pela mão de Isaac Bígio e é da mais pura e elementar justiça punir o responsável. Sem demora.
Alguém terá que ensinar a este inergúmeno que se nós, os portugueses e luso-falantes não tinhamos a Língua Portuguesa na rede de Metro da TFL, era uma opção nossa que não foi respeitada e mais uma vez, isto merece punição. Aliás, neste processo, o que não faltará é matéria de facto suficiente para duas penas perpétuas, pelo que recomendo uma coleta para que Isaac Bígio possa ser judicialmente processado. Sugiro mesmo a realização de alguns eventos para o "fundrising" necessário à elaboração do processo.
Podemos sempre fazer uma sessão de fados, um concurso de marrabenta, um karaoke de samba, duas ou três noites de merengue para juntar os fundos necessários ou, em alternativa, podemos simplesmente atropelar o peruano numa esquina e deixar o assunto resolvido.
Em suma, andávamos nós todos contentes por não termos a nossa Língua na rede de metro de Londres, e vem o peruano Isaac Bígio e estraga tudo. Um homem que é capaz de estragar a diversão de toda uma comunidade, merece o despeito de todos e se não fosse estarmos em Inglaterra, uma carga de porrada seria sempre uma solução viável. Ao abrigo da história que temos com a Inglaterra, sugiro mesmo um par de chicotadas em praça pública para que sirva de exemplo, não vá dar-se o caso de um dia termos jornais, rádios ou televisões em português no Reino Unido.
Manuel Gomes
 

Comentários  

 
0 #1 F.Gonçalves da Silva 02-11-2014 03:03
PREZADOS AMIGOS & COMPANHEIROS DE LUTA!!
Na verdade virou-se o feitiço contra o feiticeiro, porquanto se nos afigura que a "LUSÓFONIA" está acordar em relação ao atrevimento de Isaac Bígio, quando engendrou a seu bel-pra-
zer a "ALIÂNÇA IBÉRICA AMERICANA", quando nem sequer os
"SINDICALISTAS DA RESISTÊNCIA" querem ser rotulados e etiquetados por tal nome! Além disso, o sr Isaac Bígio já tinha sido avisado por várias missivas acerca do seu atrevimento, bem como na Universidade de Londres alguém o tinha chamado à atenção sobre tal assunto, mas tem feito ouvidos de mercador persistindo na sua teimosia, continuando a passer-nos atestados de menoridade e de incompetência que nenhum de nós vai aceitar a não ser aqueles que fazem costas com tal sujeito, pretextando agradar a gregos e a troianos, porque têm lata para tudo! No "MOVIMENTO SINDICAL"
todos os "LATINO AMERICANOS" o odeiam e ele está informado disso, mas sem vergonha continua!
Citar
 

Comentar


Código de segurança
Actualizar


Page Peel Banner

Tradutor

Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária

JoomCategories for JoomGallery